top of page
  • Foto do escritorPriscilla de Jesus

O valor da autoestima

Neste artigo quero compartilhar com você o valor da Autoestima e o quais benefícios que ela pode fazer por você.


Autoestima está relacionada a capacidade que temos de perceber o nosso real valor, a imagem percebida de nós mesmos . Quando de fato você percebe quem você é, todos os pilares da sua vida tornam-se condicionados ao valor que você dá a si mesma(o).


Se a sua autoestima é baixa, você poderá ter sérios prejuízos em sua vida profissional, sentimental, social e financeira.


Pessoas com a autoestima baixa, não se acham capazes de realizar o que quer que seja. Sentem que não merecem nada de bom. Por isso, elas fazem escolhas menos boas para elas mesmas, mesmo que inconscientemente.


O indivíduo com baixa autoestima compara-se com as outras pessoas, o que é totalmente injusto, tanto para ele como para os outros.


Além de uma tendência a procrastinação, desânimo e sintomas depressivos podem fazer com que sua vida fique estagnada.


Quando sua autoestima é equilibrada e você a usa a seu favor, a vida tende a entrar em equilíbrio, gerenciar as emoções torna-se mais prático e os resultados mais sustentáveis.



Onde a autoestima é construída? Na infância, os pais ou responsáveis são os primeiros a se dedicarem a construção da autoestima da criança, a validando, elogiando, gerando senso de pertencimento ao meio.


Quando uma criança é privada de validação, elogios e senso de pertencimento, é como se em seu inconsciente não houvesse essa construção e quando se torna um adulto, com os desafios enfrentados pela vida, não há reserva emocional construída para gerar os recursos necessários de estima.


Se este é o seu caso, não se preocupe, autoestima se aprende e vamos ver como por aqui.





Como aumentar a autoestima?


Existem diversos caminhos com técnicas e ferramentas que te ajudam a elevar sua estima por si mesmo e podem fazer com que você se descubra como nunca antes.

1 – Autoconhecimento


Autoconhecimento é o ponto inicial da jornada. Compreender quais são seus pontos fortes e os fracos, compreender as sua limitações e como eles surgiram é parte essencial do processo de construção do amor próprio.


2 – Não busque pela perfeição


A busca pela perfeição pode se tornar seu maior sabotador. Aprenda a reconhecer as imperfeições e lide com elas com bom humor e leveza.

Para quebrar esse hábito da busca pela perfeição, se dedique a fazer um bom trabalho sem esperar pela obra-prima, apenas faça o seu melhor e se agrade dele.


3 – Não se comparece


As redes sociais tornaram o ditado “a grama do vizinho é sempre mais verde” ainda mais palpável. É difícil não se comparar com os outros enquanto olhamos fotos de uma vida “perfeita”

Saiba que essas comparações são injustas com você, em termos de vida não há padrão de comparação. Compare-se apenas consigo mesmo.


5 – Se exercite pelo menos três vezes por semana


Já está comprovado que exercícios físicos, melhoram não apenas o corpo, mas também a mente. Estimulando a produção da serotonina, endorfina, testosterona e liberando o organismo de toxinas. Além disso, se exercitar tem relação direta com o autocuidado. Aprender a cuidar de si mesmo é a maior demonstração que temos autoestima.


Como o coaching pode te ajudar a aumentar a autoestima?


O processo de coaching pode te ajudar a corrigir a autoimagem e, consequentemente, influenciar positivamente na sua autoestima com técnicas e ferramentas para reprogramar sua mente.


Para maiores informações e informações sobre o processo de coaching individual acesse o site : www.priscilladejesus.com.br


Um grande abraço


Priscilla de Jesus



9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page